domingo, 1 de outubro de 2017

Super Mario 64 Online incomoda a Nintendo


Super Mario 64 Online é um mod do jogo Super Mario 64 criado por fãs, isso tem incomodado muito a Nintendo que faz de tudo para barrar o jogo.

O mod do jogo possibilita até 24 jogadores online e diversos personagens estão disponíveis como Mario, Luigi, Toad, Princesa, Yoshi, Wario, Waluigi. Cada personagem teria habilidades unicas para se jogar online, os modos do jogo seriam cooperativo ou competitivo.

Embora não haja falta de argumentos legais quanto à necessidade de uma empresa defender sua propriedade intelectual, há claramente algum desacordo entre os estúdios sobre como lidar com projetos de fãs como este.



A Sega parece ter uma abordagem de mão-de-obra, ocasionalmente aproveitando a comunidade para obter mão de obra e inspiração. A Valve é famosa por trabalhar em estreita colaboração com seus fãs e, sobretudo, ofereceu o remake fã de Half-Life, oferecendo suporte e um lugar no Steam como um projeto comercial. Até mesmo a Capcom que tem uma forte postura anti pirataria, foi conhecida por trabalhar com fãs, licenciando oficialmente um fangame de cruzamento Mega Man / Street Fighter para fins promocionais.

Super Mario 64 Online
Super Mario 64 Online

Infelizmente a posição da Nintendo é tratar mods de fãs como esse como pirataria, o desenvolvedor do mod Kaze Emanuar, disse que a Nintendo removeu 20 videos dele sobre o jogo, fechou a conta dele no Patreon (onde os fãs poderiam ajudar financeiramente o projeto). 

E essa postura da Nintendo não é novidade, já que a Nintendo encerrou um remake do Metroid 2 e uma versão 8bit de The Legend of Zelda: Breath of the Wild. É uma pena Mario 64 do Nintendo 64 foi um dos melhores jogos já lançados um mod como esse certamente seria um sucesso, a Nintendo poderia tentar algum acordo com Kaze Emanuar, mas prefere o cancelamento do mod.

Após "perseguição" da Nintendo, Kaze Emanuar ainda não informa se continuará o desenvolvimento do projeto, já a Nintendo não se pronuncia sobre o caso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário